عن ابن عباس -رضي الله عنهما-: أن رسول الله -صلى الله عليه وسلم- لما بعث معاذا إلى اليمن قال له: "إنك تأتي قوما من أهل الكتاب، فليكن أولَ ما تدعوهم إليه شهادة أن لا إله إلا الله" -وفي رواية: "إلى أن يوحدوا الله-، فإن هم أطاعوك لذلك فأعلمهم أن الله افترض عليهم خمس صلوات في كل يوم وليلة، فإن هم أطاعوك لذلك فأعلمهم أن الله افترض عليهم صدقة تؤخذ من أغنيائهم فَتُرَدُّ على فقرائهم، فإن هم أطاعوك لذلك فإياك وكَرَائِمَ أموالِهم، واتق دعوة المظلوم فإنه ليس بينها وبين الله حجاب".
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Segundo Ibn Abbas - Que Allah esteja satisfeito com eles - relatou que quando o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - enviou Muazh para Iêmen disse para ele: "Tu vais ter com um povo dentre os Adeptos do Livro, a primeira coisa que deves convidá-los é ao testemunho de que não há divindade além de Allah" - em outra versão: "Que eles creiam em Allah, o Único -, se eles te obedecerem com isso, façam-nos saber que Allah ordenou-lhes a observarem cinco orações a cada noite e dia, se eles te obedecerem com isso, façam-nos saber que Allah obrigou-lhes uma caridade que se leva dos ricos entre eles e doa-se para os pobres dentre eles, se eles te obedecerem com isso, tenha cuidado em não pegar o melhor dos seus bens, e tema a suplica do oprimido, pois não há barreira entre ela e Allah."
Autêntico - Acordado

Explanação

Quando o profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - enviou Muazh bin Jabal para a região de Iêmen como divulgador para o caminho de Allah e professor, desenhou para ele o plano a seguir na sua divulgação, esclareceu que ele se deparará com um povo com conhecimento e controvérsia dentre os judeus e cristãos; para estar pronto para debater com eles e responder às polêmicas deles, em seguida começar o convite a eles pelo mais importante, primeiro convidar as pessoas para consertar a crença delas; porque é a base, se eles acatarem com isso, deve ordenar que observem a oração, porque é a grandiosa obrigação depois da unicidade, se eles observarem (a oração) deve ordenar os ricos a pagarem o zakat de suas riquezas aos pobres dentre eles; para o conforto deles e gratidão a Allah, depois advertiu sobre levar a boa riqueza; porque a obrigação é a mediana, em seguida incentivou acerca da justiça e o abandono da opressão, para que o oprimido não suplique contra ele, e sua súplica é aceita.

Tradução: Gramática inglesa Francês Espanhola Turco Urdu Indonésio Bosnia Russa Bangali Chinesa Francesa Catálogo indiano Uigur Curdo Hausa
Apresentar as traduções
1: Permissão de se enviar divulgadores para o caminho de Allah - o Altíssimo -.
2: Testemunhar que ninguém é digno de adoração além de Allah é a primeira obrigação e é a primeira coisa a qual a pessoa é convidada.
3: Que o significado do testemunho que ninguém é digno de adoração além de Allah, é prestar culto exclusivamente para Allah e abandonar a adoração além d'Ele.
4: Que o ser humano pode recitar este testemunho e não conhecer real significado de (laa ilaha illa Allah), ou saber e não coloca-lo em prática, como é o caso dos Adeptos do Livro.
5: Que falar a um sábio não é mesmo que falar a um ignorante: ''Ireis a um povo dentre os Adeptos do Livro".
6: A advertência de que é importante que um ser humano, em particular um divulgador (do Islam), conheça a sua religião, para que possa responder a dúvida dos que não sabem, (e isso só pode ser concretizado com) a procura do conhecimento.
7: Que a oração (salat) é a maior obrigação depois de dois testemunhos (shahadatein)
8: A obrigatoriedade de observar as cinco orações diárias.
9: Que a oração de witr não é obrigatória.
10: Que o zakat é o pilar mais importante depois da oração
11: Não é permitido dar zakat aos ricos
12: Esclarecimento de uma das formas de gastar o zakat, que é para os pobres e deve-se limitar a eles, não é obrigatório absorver para os oito merecedores do zakat.
13: A permissão de se gastar o zakat de cada contribuinte da região para pobres da mesma região, se transferirem o zakat para outro país por interesse preponderante não há problema nisso; como a intensa necessidade no outro país ou a existência de familiares pobres ou algo similar.
14: Que o zakat não é dado ao descrente
15: Que não é permitido levar zakat do melhor da riqueza exceto com a permissão do seu dono
16: A proibição de se levar do melhor da riqueza, mas sim retira-la o médio
17: A advertência de se incorrer na injustiça, e que a súplica do injustiçado é aceita, ainda que seja pecador.