عن أبي هريرة -رضي الله عنه- مرفوعاً: "اجتنبوا السبع المُوبِقَات، قالوا: يا رسول الله، وما هُنَّ؟ قال: الشركُ بالله، والسحرُ، وقَتْلُ النفسِ التي حَرَّمَ الله إلا بالحق، وأكلُ الرِّبا، وأكلُ مالِ اليتيم، والتَّوَلّي يومَ الزَّحْفِ، وقذفُ المحصناتِ الغَافِلات المؤمنات".
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Sobre Abu Huraira - Que Allah esteja satisfeito com ele - relata que o profeta disse: "Abstenham-se de sete pecados destruidores, perguntaram: Quais são ó mensageiro de Allah? Ele respondeu: Atribuir parceiros a Allah, o feitiço, matar alguém pelo qual Allah proibiu a não ser por justo motivo, os juros, consumir os bens do orfão, abandonar a batalha diante do inimigo e acusar por adúlteras as crentes livres e castas."
Autêntico - Acordado

Explanação

O profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - ordena a sua nação a se afastar de sete crimes destruidores, quando foi perguntado, quais são? Ele esclareceu que é atribuir parceiros a Allah, tomar para Ele divindades de qualquer tipo, começou com a idolatria porque é o maior pecado; matar alguém que Allah proibiu senão com uma justificativa legal; a feitiçaria; consumir juros gastando de varias formas ou se beneficiando; violar os bens da criança cujo pai morreu; fugir da batalha com os incrédulos e acusar de adúlteras as mulheres livres e castas.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Bangali Chinesa Persa Tagalo indiano Curdo Hauçá
Ver as traduções
1: A proibição do politeísmo e que isto é um pecado capital.
2: A ilicitude da feitiçaria e que isso é um pecado destrutivo e faz parte das coisas que invalidam a sua fé.
3: A ilicitude de homicídio injusto.
4: A permissibilidade do homicídio justo, como a retaliação de um homicídio, apostasia e adultério após ter se casado.
5: A ilicitude da usura e o seu perigo.
6: A ilicitude de se devorar o dinheiro dos órfãos.
7: A ilicitude de se fugir no decorrer da guerra.
8: A ilicitude de se acusar alguém de adultério ou homoxessualismo.
9: Acusar a um descrente não faz parte de um pecado capital.