جُنْدُبُ بن عبد اللهِ البجلي -رضي الله عنه- قَالَ: قَالَ رَسُولُ اللَّهِ -صلى الله عليه وسلم -: «كان فيمن كان قبلكم رجل به جُرْحٌ فَجَزِعَ؛ فأخذ سكِّينا فحَزَّ بها يده، فما رَقَأَ الدم حتى مات، قال الله -عز وجل-: عبدي بَادَرَنِي بنفسه، حرمت عليه الجنة».
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Jundub ibn Abdullah Al-Bajali - Que Allah esteja satisfeito com ele - relatou que o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - disse: << Havia um homem nos tempos antes de vós, que tinha uma ferida que o deixava triste; então levou uma faca e cortou a sua mão, e o sangue não parou de jorrar até ele morrer. Allah - Exaltado e Majestoso - disse: Meu servo antecipou-se ao meu encontro (se suicidou), torno ilícito para ele o Paraíso >>.
Autêntico - Acordado

Explanação

O profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - contou para seus companheiros acerca de um homem dos povos antigos, dentre aqueles que viveram antes de nós, que tinha uma ferida dolorida que lhe deixou revoltado, perdeu a esperança da misericórdia de Allah - o Altíssimo - e sua cura, não pacientou a sua dor, esperando a sua recompensa; por fraqueza da fé e convicção em seu coração, então levou uma faca e cortou a sua mão, assolou-lhe hemorragia e o sangue não parou de jorrar até a sua morte. Allah - o Altíssimo - segundo o seu significado disse: Este meu servo considerou lenta a minha misericórdia e a minha cura, não teve paciência acima da minha provação; então antecipou-se em vir ao meu encontro (suicidou-se) através de seu crime proibido, pensando que encurtou o seu destino tirando a sua própria vida; por isso já tornei ilícito para ele o Paraíso, e para aquele que o Paraíso é ilícito, então o Inferno é sua morada. E não há dúvidas no conhecimento de Allah - o Altíssimo - o primeiro que sabe sobre, a sua vontade e seu decreto na prática deste suicída.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Bangali Chinesa Persa Tagalo indiano Uigur Hauçá
Ver as traduções