عن أنس بن مالك -رضي الله عنه- «أن رجلا دخل المسجد يوم الْجُمُعَةِ من باب كان نحو دار الْقَضَاءِ، ورسول الله -صلى الله عليه وسلم- قائم يَخْطُبُ، فَاسْتَقْبَلَ رسول الله -صلى الله عليه وسلم- قائمًا، ثم قال: يا رسول الله، هَلَكَتِ الأموال، وانْقَطَعَتِ السُّبُلُ فَادْعُ الله تعالى يُغِيثُنَا، قال: فرفع رسول الله -صلى الله عليه وسلم- يديه ثم قال: اللَّهُمَّ أَغِثْنَا ، اللَّهُمَّ أَغِثْنَا ، اللَّهُمَّ أَغِثْنَا. قال أنس: فلا والله ما نرى في السماء من سحاب ولا قَزَعَةٍ ، وما بيننا وبين سَلْعٍ من بيت ولا دار. قال: فطلعت من ورائه سَحَابَةٌ مثل التُّرْسِ. فلما تَوَسَّطَتْ السماء انْتَشَرَتْ ثُمَّ أَمْطَرَتْ. قال: فلا والله ما رأينا الشمس سَبْتاً. قال: ثم دخل رجل من ذلك الباب في الْجُمُعَةِ الْمُقْبِلَةِ، ورسول الله -صلى الله عليه وسلم- قائم يَخْطُبُ الناس، فَاسْتَقْبَلَهُ قائمًا، فقال: يا رسول الله، هَلَكَتْ الأَمْوَالُ وَانْقَطَعَتْ السُّبُلُ، فادع الله أن يُمْسِكَهَا عنَّا، قال: فرفع رسول الله -صلى الله عليه وسلم- يديه ثم قال: اللَّهُمَّ حَوَالَيْنَا وَلا عَلَيْنَا, اللَّهُمَّ على الآكَامِ وَالظِّرَابِ وَبُطُونِ الأَوْدِيَةِ وَمَنَابِتِ الشَّجَر. قال: فَأَقْلَعَتْ، وخرجنا نمشي في الشمس». قال شريك: فسألت أنس بن مالك: أهو الرجل الأول قال: لا أدري.
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Segundo Anass ibn Málik - Que Allah esteja satisfeito com ele - relatou: "Que um homem entrou na mesquita na sexta-feira a partir da porta que estava quase no Dar Al-Qadah, enquanto o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - fazia sermão, ficou de frente com o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - de pé, em seguida, disse: Ó mensageiro de Allah! Os bens se destruiram e os caminhos se fecharam, suplique a Allah - o Altíssimo - para que nos socorre! Disse: O mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - ergueu suas mãos, em seguida disse: "Allahumma aghithna, allahuma aghithna allahumma aghithna" (Ó Allah socorre-nos, ó Allah socorre-nos, ó Allah socorre-nos!). Anass disse: Juro por Allah, não viamos no céu nem uma nuvem fina, e nem entre nós e a montanha "Sal'im" entre casa e moradia. Ele disse: Apareceu atrás dela (montanha) uma nuvem igual os escudos. Quando chegaram ao meio do céu se espalharam, em seguida choveu. Ele disse: Juro por Allah, não vimos o sol por uma semana. Disse: Depois na sexta feira seguinte, entrou um homem naquela porta, enquanto o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - estava em pé fazendo o sermão para as pessoas, foi em frente dele em pé, e disse: Ó mensageiro de Allah! Os bens se destruiram e as viagens se interromperam, suplique a Allah para que faça parar para nós. Ele disse: O mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - ergueu suas mãos, em seguida, disse: "Ó Allah! Deixe a chuva cair ao nosso redor e não sobre nós! Ó Allah! Permita-a cair sobre os pastos, montes, no meio dos vales e onde nascem as árvores! Ele (Anass) disse: A chuva parou, saimos e caminhávamos no sol.>> Sharík disse: Perguntei a Anass ibn Málik: Será que ele é o primeiro homem (que vinha pedir a chuva)? Respondeu: Não sei.
Autêntico - Acordado

Explanação

O profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - estava em pé fazendo sermão de sexta-feira na sua mesquita, entrou um homem, dirigiu-se ao profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - em seguida, chamou o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - explicando para ele o que eles passam de dificuldades e aperto, onde até morreram os animais por falta de alimentação, os caminhos ficaram fechados, os camelos no qual viajávamos e carregávamos (mercadorias) tornaram-se magros, por causa da escassez de chuva e terra seca, e ele pediu ao profeta que suplicasse por eles para afastar essa desgraça. O profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - ergueu suas mãos e disse: "Allahumma aghithna!" (Ó Allah! Socorre-nos!), três vezes, como era de costume nas suas súplicas, e fazer entender no assunto importante. E mesmo que naquela hora eles não teriam visto no céu vestígios de nuvens nem neblina, excepto pelo efeito da súplica do escolhido (profeta) - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele -, apareceu atrás do monte "Sal'iim" um pedaço pequeno (de nuvem) e começou subir. Quando chegou no meio do céu se alargou e se expandiu, em seguida choveu, e a chuva continuou por sete dias. Até quando era sexta-feira seguinte, entrou um homem, enquanto o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - estava em pé fazendo sermão para as pessoas; ele (homem) disse: explicando que a chuva se tornou contínua, os animais ficaram trancados em seus lugares sem pastarem até passaram fome, as pessoas ficaram trancadas sem poderem viajar pela terra, indo e voltando em busca do sustento; então faça súplica a Allah para que faça parar (a chuva) para nós. Ele ergueu as suas mãos e disse no seu significado: "Ó Allah! Deixe a chuva cair ao redor de Medina e não sobre nós, para que não prejudique as pessoas na sobrevivência delas e que os animais saiam para os seus pastos. E que permita-a cair sobre os lugares que lhes será benéfico, como nos pastos, montes, no meio dos vales e onde nascem as árvores. A chuva parou, eles sairam da mesquita caminhando com o céu limpo.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Chinesa Persa indiano Uigur Curdo Hauçá
Ver as traduções