عن عائشة -رضي الله عنها- : "أن حَمْزَةَ بن عَمْرٍو الأَسْلَمِيَّ قال للنبي -صلى الله عليه وسلم-: أصوم في السفر؟ - وكان كثير الصيام- فقال: "إن شئتَ فصُم، وإن شئت فَأَفْطِرْ".
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Segundo Aisha - Que Allah esteja satisfeito com ele - relatou: Hamzah ibn Amr Al-Aslami disse para o profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele -: Será que devo jejuar na viagem? - E ele jejuava muito -. O profeta respondeu: Se quiseres jejuas e se quiseres quebras (o jejum) .
Autêntico - Acordado

Explanação

Aisha - Que Allah esteja satisfeito com ela - informa que Hamzah ibn Amr Al-Aslami - Que Allah esteja satisfeito com ele - perguntou ao profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - acerca do jejum na viagem. O profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - deu opções entre o jejum e a quebra (do jejum), dizendo: "Se quiseres jejuas e se quiseres quebras." O referido jejum aqui: é o jejum obrigatório; conforme o dito do profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - "Ela é permissão de Allah." E isso sente-se, que ele perguntou acerca do jejum obrigatório, isso mostra-se daquilo que narrou Abu Daud; ele (Hamzah) - Que Allah esteja satisfeito com ele - disse: Ó mensageiro de Allah! Eu ando montado viajando e talvez me alcance este mês, isto é, Ramadan, e eu encontro força..." o hadith. E é possível que seja uma pergunta acerca de jejum de forma geral, o obrigatório e o voluntário; conforme o seu dito: << Ele jejuava muito >>. E com isso fica claro, que interromper o jejum na viagem é uma permissão de Allah, aquele que seguir a permissão alcança (a recompensa) e aquele que jejuar também é permitido para ele, e considera-se o seu jejum como execução de seu dever.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Bangali Chinesa Persa Tagalo indiano Cingalês Uigur Curdo Hauçá
Ver as traduções