عبدُ الله بنُ عمر رضي اللهُ عنهما «أَنَّ النَّبِي -صلى الله عليه وسلم- قَطَع فِي مِجَنٍّ قِيمَتُهُ -وَفِي لَفْظٍ: ثَمَنُهُ- ثَلاثَةُ دَرَاهِمَ».
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Segundo Abdullah ibn Umar - Que Allah esteja satisfeito com ele - relatou: << O profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - ordenou cortarem (o braço do ladrão) pelo roubo de escudo (de protecção) que seu valor era de três dirhams >>.
Autêntico - Acordado

Explanação

Allah - Exaltado e Majestoso - protegeu a vida, a honra e os bens das pessoas, de tudo aquilo que garante a repressão dos malfeitores e agressores; por isso fez com que a punição do ladrão (aquele de levou dinheiro de lugar inacessível às escondidas) seja de cortar a mão que tomou o bem roubado, para que o corte expie seu pecado e iniba ele e outros os meios desprezíveis (de ter bens), e vá em busca de bens através de meios legítimos e generosos, trabalhando muito, colhendo os frutos e assim ergue o universo e as almas saem vitoriosas. E pela sabedoria do Altíssimo estimou que a quantia (roubada) no qual é cortada a mão equivale a três dirhams, isto é 0,25 dínar de ouro; isso para a protecção dos bens e a construção da vida, para que se restaure a segurança, os corações se tranquilizem, para que as pessoas espalhem seus bens para ganhar e invistir. Isso é equivalente a um grama e um quarto de um quarto gramas; porque o dínar é 4,25 gramas.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Chinesa Persa indiano Hauçá
Ver as traduções