عن أبي هُريرة -رضي الله عنه- قال: «لَمَّا فَتَحَ الله -تَعَالَى- عَلَى رَسُولِهِ مَكَّةَ قَتَلَتْ خزاعةُ رَجُلاً مِنْ بَنِي لَيْثٍ بِقَتِيلٍ كَانَ لَهُمْ فِي الْجَاهِلِيَّةِ، فَقَامَ النبي -صلى الله عليه وسلم- فَقَالَ: إنَّ الله عَزَّ وَجَلَّ قَدْ حَبَسَ عَنْ مَكَّةَ الْفِيلَ، وَسَلَّطَ عَلَيْهَا رَسُولَهُ وَالْمُؤْمِنِينَ، وَإِنَّهَا لَمْ تَحِلَّ لأَحَدٍ كَانَ قَبْلِي، وَلا تَحِلُّ لأَحَدٍ بَعْدِي، وَإِنَّمَا أُحِلَّتْ لِي سَاعَةً مِنْ نَهَارٍ، وَإِنَّهَا سَاعَتِي هَذِهِ: حَرَامٌ، لا يُعْضَدُ شَجَرُهَا، وَلا يُخْتَلَى خَلاهَا، وَلا يُعْضَدُ شَوْكُهَا، وَلا تُلْتَقَطُ سَاقِطَتُهَا إلاَّ لِمُنْشِدٍ، وَمَنْ قُتِلَ لَهُ قَتِيلٌ: فَهُوَ بِخَيْرِ النَّظَرَيْنِ: إمَّا أَنْ يَقْتُلَ، وَإِمَّا أَنْ يُودِيَ، فَقَامَ رَجُلٌ مِنْ أَهْلِ الْيَمَنِ- يُقَالُ لَهُ: أَبُو شَاهٍ فَقَالَ: يَا رَسُولَ الله، اُكْتُبُوا لِي فَقَالَ رَسُولُ الله: اُكْتُبُوا لأَبِي شَاهٍ، ثُمَّ قَامَ الْعَبَّاسُ فَقَالَ: يَا رَسُولَ الله، إلاَّ الإذْخِرَ، فَإِنَّا نَجْعَلُهُ فِي بُيُوتِنَا وَقُبُورِنَا، فَقَالَ رَسُولُ الله: إلاَّ الإِذْخِرَ».
[صحيح.] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Segundo Abu Hurairah - Que Allah esteja satisfeito com ele - disse: Quando Allah - o Altíssimo - concedeu a seu mensageiro a conquista de Meca, a tribo Khuza'ah matou um homem da tribo bani laith, em retaliação de um seu homem que fora morto na era da ignorância, então, o profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - levantou-se e disse: Por certo Allah - Exaltado e Majestoso - protegeu Meca dos elefantes e a concedeu como vitória para o seu mensageiro e os crentes, não foi permitida a luta nela a ninguém, nem antes e nem depois de mim, apenas foi me permitido lutar nela uma parte do dia, e depois continuou proibida a luta nela, não se deve cortar nenhuma àrvore nela nem capa-la, nem se deve cortar seus ramos, nem se deve levar algo perdido, excepto com intuito de procurar o seu dono, e aquele que teve um familar seu morto, então tem duas opções: matar ou aceitar uma compensação, naquele momento levantou-se um homem do povoado de Iêmen cujo o nome era Abu Shah, e disse: Ó mensageiro de Allah, escreva para mim! O mensageiro de Allah disse: Escrevam para ele, em seguida Al-Abbass disse: Ó mensageiro de Allah, exceptue al-izkhir (planta aromatica), pois nós a usamos em nossas casas e sepulturas. O mensageiro de Allah disse: excepto o al-izkhir.
Autêntico - Acordado

Explanação

Abu Hurairah - Que Allah esteja satisfeito com ele - informa que quando foi conquistada a cidade de Meca, um homem da tribo Khuza'ah matou um homem de bani Huzail, como retaliação de um homem deles que fora morto na era da ignorância, e que o profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - deu um sermão mencionando o que foi dito no hadith, dizendo que a cidade de Meca é sagrada, foi protegida dos elefantes e apenas fora permitido para ele lutar uma parte do dia, aqui não se especifica uma certa hora, mas sim num horário no dia da conquista (de Meca), que foi permitido para o mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - a partir da manhã daquele dia até a tarde; e informou também que ela voltou a sua santidade, não se podendo cortar nem capar àrvore alguma, nem se deve cortar o capim nos limites do Haram (área sagrada), exceptuando o al-izhkir, e não é permitido também apanhar nada perdido, excepto para aquele que deseja procurar pelo dono.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Bangali Chinesa Persa Tagalo indiano
Ver as traduções