عن جابر بن عبد الله -رضي الله عنهما- قال: دَبَّرَ رَجُلٌ مِنْ الأَنْصَارِ غُلاماً لَهُ-، وَفِي لَفْظٍ: بَلَغَ النَّبِيَّ -صلى الله عليه وسلم-: أَنَّ رَجُلاً مِنْ أَصْحَابِهِ أَعْتَقَ غُلاماً لَهُ عنْ دُبُرٍ- لَمْ يَكُنْ لَهُ مَالٌ غَيْرُهُ فَبَاعَهُ رَسُولُ الله بِثَمَانِمِائَةِ دِرْهَمٍ، ثُمَّ أَرْسَلَ ثَمَنَهُ إلَيْهِ.
[صحيح] - [متفق عليه.]
المزيــد ...

Segundo Jábir ibn Abdullah - Que Allah esteja satisfeito com ele - contou: Um homem dos ansar (moradores de Medina) colocou a sua morte como condição de liberdade de seu rapaz (escravo), - e noutra versão: Chegou a notícia ao mensageiro de Allah - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele - que um homem dentre seus companheiros colocou como condição de libertação de seu rapaz, a sua morte (escravo) - ele não tinha outro dinheiro, então o mensageiro de Allah vendeu-o por 800 dirhams, em seguida enviou o seu preço para ele.
Autêntico - Acordado

Explanação

Um homem dos ansar colocou a sua morte como condição de liberdade de seu rapaz (escravo), e ele não tinha outro dinheiro, essa (informação) chegou ao profeta - Que a paz e bençãos de Allah estejam sobre ele -, que considerou esta liberdade como sendo negligência e ele não consentiu com este acto, então devolveu-o e vendeu o seu rapaz por 800 dirham e enviou para ele, pois manter-se por si mesmo e sua família tem mais prioridade para ele e é melhor que a libertação, e para que não seja um peso para as pessoas. Hadices como estes contém regras no qual o ser humano conhece mesmo que não coloque em práctica, não se pode deixar de aprender e entender com a justificativa de que não existe escravo hoje, pois a escravidão existe em alguns lugares da Africa, e pode retornar outra vez, ela existia em tempos passados até quando veio o Islam que a afastou, e o Islam está exposto à liberdade e a libertação se a escravidão ocorrer.

Tradução: Inglês Francês Espanhola Turco Urdu Indonésia Bosnia Russa Bangali Chinesa Persa Tagalo indiano
Ver as traduções